Eu já morri

Não preciso me preocupar. Eu já morri.
Estou aqui, de olhos abertos, respirando, coração batendo, mas já morri.
Não preciso correr, desejar, emagrecer, melhorar, querer, brigar, ganhar… A vida vai viver apesar de mim. E, eu, já morri.
Qualquer outra coisa é ilusão, qualquer verdade é mentira. A morte é o que sempre esteve ligando todos os pontos. E já está.
Deixo que ela me toque. Alcanço sua presença.
Eu já morri. Resoo.
E, nada do que fazia sentido, me faz.

(por Paula Jácome)

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *